Setor de balas, confeitos e chocolates terá R$ 6,4 milhões para promoção de exportações

[photopress:balas_1.jpg,full,alignleft]Setor de balas, confeitos e chocolates terá R$ 6,4 milhões para promoção de exportações

As exportações do setor de balas, confeitos, gomas de mascar e chocolate vão ganhar um reforço nos próximos dois anos. A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Chocolate, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (Abicab) vão investir R$ 6,4 milhões em ações de promoção até 2010. O convênio acaba de ser assinado e prevê ampliar as exportações para mercados da Ásia Ocidental, do Leste Europeu, e do Oriente Médio. O Projeto irá beneficiar 26 empresas de grande, médio e pequeno porte que, juntas, representam 43% (17 mil) do total de empregos diretos do setor. Seis estados serão contemplados – São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Norte e Rio Grande do Sul.

Um dos principais objetivos é aumentar o valor das exportações das empresas participantes do projeto em 10%. Hoje elas representam 37% (US$ 111 milhões) do total exportado pelo setor. De acordo com a Abicab, as exportações em 2007 chegaram a US$ 300 milhões, com a venda de 158 mil toneladas. Os 10 maiores compradores são Estados Unidos, Argentina, Paraguai, África do Sul, Canadá, Uruguai, Venezuela, Bolívia, Angola e Chile.

Este projeto deve priorizar alguns mercados, onde foram identificadas oportunidades de negócios, tais como: China, Cingapura, Índia, Indonésia, Argélia, Oriente Médio, União Européia, Argentina, México e Estados Unidos.

Entre as feiras internacionais que as entidades estudam a participação conjunta está a Gulfood, que é realizada em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. Além da feira, as entidades também pretendem organizar missões comerciais ao Oriente Médio e Cingapura. “Os países árabes são um mercado a ser explorado, pois têm hábitos diferentes, língua diferente e outros costumes”, afirmou a responsável de Relações Internacionais da Abicab, Natasha Bauab.

De janeiro a outubro, as exportações brasileiras de chocolate, cacau, amendoim, balas e derivados para os países árabes somaram US$ 5,6 milhões, o que representou um aumento de 9,2% em relação ao mesmo período do ano passado. Na comparação dos 10 primeiros meses do ano com o mesmo período de 2007, o país árabe que apresentou maior crescimento das importações brasileiras do setor foi o Egito, com 263%. As vendas saíram de US$ 103 mil para US$ 373 mil.

Fonte: NetComex, Dezembro/2008

Comments

comments

RR

BEM VINDO AO BLOG DA NOSSA EMPRESA.

A Rodrigo Representações tem como objetivo intermediar negócios no segmento de embalagens, produtos de higiene e limpeza, descartáveis e alimentos no Estado do Espírito Santo. Visitando nosso website você conhecerá melhor a nossa empresa e seus serviços.

http://www.rodrigorepresentacoes.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *